– METODOLOGIA –


ORIENTAÇÕES GERAIS DA CONFERÊNCIA POPULAR CULTURAL

 

 

– METODOLOGIA –


ORIENTAÇÕES GERAIS DA CONFERÊNCIA POPULAR CULTURAL

 

I – Metodologia

Essa foi a metodologia praticada no processo de construção da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc e no estado permanente de conferência de cultura instaurado em maio de 2020:

Escuta Ativa: ouvir os diferentes lugares de fala e assegurar que todas as questões e inquietações sejam acolhidas no diálogo.

Consenso progressivo: a partir da escuta ativa alinhar as convergências e divergências e encontrar soluções mediadas para os dissensos.

Acordo popular: são as proposições finais pactuadas entre todos os agentes participantes das conferências, com protagonismo da sociedade civil.

II – Participação na Conferência Popular de Cultura

 

1) Toda as pessoas inscritas no site participarão com o acesso às salas da Conferência Popular de Cultura (ConPop Cultura);

2) A conferência respeitará os protocolos da Organização Mundial da Saúde – OMS para o combate à COVID-19 mantendo o distanciamento físico e adotando o formato digital.

3) Garantirá os princípios da igualdade social, gênero, cor/etnia e intergeracionalidade nas distintas instâncias de organização e participação social;

4)  A conferência será pública, amplamente divulgada e aberta a quem queira participar;

 

5)  Garantirá as representações da diversidade de linguagens artísticas e expressões culturais;

 

6) Garantirá a representação de técnicos, coletivos, associações, sindicatos, cooperativas, movimentos e empresas do setor;

 

7)  Buscará a ampla participação dos povos e comunidades de tradição oral: indígenas, quilombolas, ciganos, populações ribeirinhas, caiçaras, entre outros;

 

8)  Buscará a participação das pessoas ou comunidades que não possuem acesso pleno à internet.